Diário da Manhã

Quem faz a justiça

O brasileiro quando fala em justiça, imediatamente pensa no Poder Judiciário. Para a maioria talvez o Judiciário é quem faz a justiça. Ledo engano, como veremos. O Poder Judiciário julga muitos processos, mas está longe de atingir todos os brasileiros. A porcentagem de conflitos que chega ao Judiciário é grande, mas ainda assim é preciso definir exatamente o que se configura Justiça. A Justiça começa no meio social, na forma com que tratamos os nossos semelhantes. O nosso cotidiano nos dá noção de como encaramos a justiça. Muitas pessoas tidas como honestas cometem pequenos furtos, mesmo que possam chamar de brincadeira. Não é! Nem todas as pessoas sem antecedentes criminais são honestas. Estão sempre imaginando uma forma de levar vantagem sobre o próximo. E não respeitam sequer os amigos. A noção de justiça começa a germinar dentro da sociedade. Dentro dessa mesma sociedade existe o joio e o trigo. A cultura de justiça, portanto, começa aqui, ao nosso lado. O egoísmo e a falta de solidariedade estimulam a injustiça. Portanto, a nossa sociedade começa injusta, antes mesmo da estrutura do Estado. O político, para ascender ao poder, utiliza estratégias desonestas, com as quais concordamos. Afinal os eleitos dependem do nosso voto. Começa aqui a corrupção, debaixo dos nossos narizes. Essa prática mostra que a sociedade é que pode mudar. Então nós mesmos começaremos a fazer justiça aqui no nosso nível social e político. Esqueçamos por alguns momentos o que a mídia noticia. E nos concentremos no que nós devemos fazer e não fazemos. E também devemos refletir sobre o que fazemos de errado e que prejudica os outros. O Judiciário é o último via a ser procurada. A justiça ampla, que atinge a todos, é aquela praticada todos os dias pela sociedade. Às vezes, as práticas imorais e até criminosas não podem ser resolvidas pelo Judiciário. Essas condutas avessas devem ser resolvidas dentro do contexto social. Nesse nível é que a grande maioria dos conflitos deve ser administrada. É preciso salientar que a lei é letra morta, caso a sociedade não a aceite e a pratique. Muitos exemplos podemos dar. O exercício pleno da cidadania deve ser tarefa da sociedade. A cultura brasileira é sempre esperar que os poderes públicos resolvam seus problemas. Parece que ninguém é capaz de resolver seus problemas e conflitos. A justiça, portanto, deve ser praticada por todos. Ai entra a ética e a moral, princípios norteadores da justiça. Quando alguém pega um objeto alheio, sem a permissão do proprietário, está praticando um ato imoral, que pode ser criminoso. A construção da honestidade e do respeito começa aqui, bem perto, na nossa família e no convívio social.  Fica claro que não podemos esperar pela estrutura do Estado. O Poder Judiciário brasileiro não faz a justiça para toda sociedade, embora devesse ser balizador do equilíbrio social. As grandes questões são submetidas aos Tribunais Superiores. E destes não podemos esperar muita coisa. O retrato do Supremo Tribunal Federal está estampado na conduta dos seus Ministros. Na grande maioria das vezes eles decidem em favor do poder. A sociedade brasileira é o que menos interessa. Os grupos econômicos e políticos comandam o País. Vimos nos últimos episódios que, basta o Congresso bater o pé. E o Supremo Tribunal Federal decide de forma “acovardada”, palavras utilizadas por Lula. Por outro lado, a sociedade brasileira deve usar o Código de Defesa do Consumidor contra os bancos. É uma forma de fazer justiça. É claro que vai funcionar se toda a sociedade se interessar pelo próprio dinheiro. Nós deixamos os nossos recursos para a raposa cuidar. No caso são os bancos que retiram dinheiro de todos, quando bem entendem. Como não há reação, em pouco tempo você estará atolado. Como podemos ver, a justiça pode começar pela nossa conduta ética. E também pela reação, quando sofremos injustiças. O Estado brasileiro, por meio de suas instituições quer arrecadar. Não tem planos de fazer justiça. Então a sociedade deve tirá-los dos cargos, através do meio possível: O VOTO. Nos Tribunais, por enquanto, o povo não tem o poder de mexer. Mas pode perfeitamente pressioná-los, para que decidam em favor da sociedade. Os políticos eleitos do próximo ano não podem ser nenhum dos atuais. VAMOS COMEÇAR A LIMPEZA DO BRASIL. 

Comentários

Galerias de Fotos

Anuncie Aqui

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
VCP - PFB Azul 08:45:00 Passo Fundo segunda a sábado
VCP - PFB Azul 17:40:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 23:15:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 20:35:00 Passo Fundo sábados
PFB - VCP Azul 06:00:00 Campinas - SP todos os dias
PFB - VCP Azul 10:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos domingos
PFB - VCP Azul 19:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos sábados
FLN - PFB Azul 16:15:00 Passo Fundo Segundas, sextas e domingos
PFB - FLN Azul 18:20:00 Florianópolis Segundas, sextas e domingos

Baixe o Aplicativo do Jornal

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027