Diário da Manhã

Expresso Literário de Barra- Funda na Feira do Livro

Domingo – após pit stop no SOS – saí de casa para conferir dica de um parente lá do Aguço (o Claudino): “você precisa assistir o Expresso Literário de Barra Funda na Feira do Livro.” Na minha mente vieram os idos de 1920 quando colonos italianos oriundos de Guaporé, Caxias do Sul, Veranópolis passaram a se fixar nas redondezas do Rio da Várzea e do Rio Aguço onde, mais tarde, surgiria Barra Funda.

No trajeto até o Bourbon recordei histórias antigas de como os pioneiros, na base da tecnologia do arado de boi, facão, velas, lampiões, coragem, garra e determinação chegaram e venceram. Nessas lembranças alguns nomes do que hoje seriam nonos e “bisnonos” de fibra que ajudaram fazer, sem temer os desafios, o Rio Grande e o Brasil.

Mesmo correndo risco de ser traído pela memória puída pelo implacável atrito do tempo recordo nomes que ouvi como sendo dos construtores da aguerrida Barra Funda: Piaia, Pazini, Rossatto, Cóttica, Ré, Zandoná, Nicola, Barivieira, Gerevini, Gnoatto, Magro, Castoldi, Sega, Gelain, Perusso, Giordani, Garbossa, Rossetto, Bazzanella, Furini, Rebonatto, Tasca (claro). Quantos esqueci? Saberão perdoar?

Tinha mais pensamentos voando: uma Feira de Livro sob o comando da Silvana Rovani, que começara com Luiz Fernando Verissimo, reunira gente de peso da literatura nacional e que terminaria num domingo com nosso Timbre de Galo e Os Fagundes não poderia errar o pulo nessa hora. E não errou! Sabia que Barra Funda faria bonito, pois além da famosa água mineral Sarandi, seu vinho, seus filós, seu capeletti, uma polenta com molho de galinha que o Claudino prepara como poucos ela tem algo especial: seu povo.

Entrei na Feira do Livro com essa Barra Funda do inicio do Século XX na mente e ao sair do Bourbon (com extrema emoção) já tinha ingressado no Século XXI com a certeza de que os nonos, nonas, bisnonos e bisnononas estão todos orgulhosos do que fazem agora seus descendentes. Quem, como eu, passava as férias escolares brincando com o Dervile no Aguço, comendo polenta e galinha com molho na casa do tio Bepe e da tia Maria e agora assiste a esse extraordinário espetáculo nele encontra motivo para lágrimas que lavam a alma e, também, exemplo do significado da palavra globalização.

Mais ainda, deixei a Feira do Livro com a certeza de que as comunidades, quando unidas, independentes do tamanho, só não fazem chover. Barra Funda mostrou isso. Com competência, criatividade, sensibilidade, profissionalismo e, com certeza, muito orgulho, os barrafundenses trouxeram aos participantes da Feira do Livro de 2017 mais do que um espetáculo envolvendo teatro, musica, poesia, dança, números circenses – eu diria que trouxeram deixaram um belo exemplo para ser seguido por qualquer comunidade nestes tempos de tantos conflitos e desentendimentos.

A apresentação do Expresso Literário conta a história da menina Katica que, por ser cega, sente o mundo de forma diferente e leva textos de O Pequeno Príncipe, Peter Pan, A Branca de Neve e Os Sete Anões e poesias de Mário Quintana. É um mágico apelo à leitura, à solidariedade, ao lúdico, ao encantamento. O belíssimo espetáculo tem cenários magníficos e surpreendentes, 110 artistas de todas as idades, apoio de 40 pessoas que cuidam da produção; tem texto e direção artística do professor Juliano Oliveira, direção coreográfica da professora Mara Gelain, Coordenação Geral do prefeito Marcos André Piaia e Primeira Dama Andryze Gelain e a colaboração de funcionários municipais, pais e voluntários.

Fiquem de olho, quando anunciarem nova apresentação do grupo não perca a chance de curtir algo belíssimo... 

Comentários

Galerias de Fotos

Anuncie Aqui

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
VCP - PFB Azul 08:45:00 Passo Fundo segunda a sábado
VCP - PFB Azul 17:40:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 23:15:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 20:35:00 Passo Fundo sábados
PFB - VCP Azul 06:00:00 Campinas - SP todos os dias
PFB - VCP Azul 10:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos domingos
PFB - VCP Azul 19:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos sábados
FLN - PFB Azul 16:15:00 Passo Fundo Segundas, sextas e domingos
PFB - FLN Azul 18:20:00 Florianópolis Segundas, sextas e domingos

Baixe o Aplicativo do Jornal

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027