Fim de ano

O ano de 2017 foi um dos mais turbulentos, em todos os sentidos. Brasileiras e brasileiros assistiram impotentes a ataques orquestrados pelo Governo. A fixação por reformas é a tônica do atual do governo. E também foi dos anteriores. O assunto é predominante na mídia. A artilharia governista mira os trabalhadores, solapando direitos conquistados em várias décadas. Essa matéria foi abordada várias vezes nesta coluna. O interesse é que a repetição acabe convencendo. É bom repetir: reformas previdenciárias foram muitas, incluindo aquelas não realizadas por Emendas Constitucionais. Todos os últimos governos fizeram reformas, incluindo os governos intitulados DOS TRABALHADORES. FHC é pai da Emenda Constitucional 20, nos estertores do ano de 1998. Naquela época a previdência já estava quebrada. Pelo menos este era o motivo para reformar. Hoje a motivação continua a mesma, somada à expectativa de vida de brasileiras e brasileiros. O empenho do governo é tanto, que não se importa em COMPRAR A CONSCIÊNCIA DE DEPUTADOS E SENADORES. O Fundo Partidário foi aumentado em bilhões de reais, para que os congressistas votem com o governo. O País atolou em corrupção e a crise foi criada pela roubalheira. Esses mesmos ladrões continuam utilizando os mesmos métodos. O uso de verba pública, para comprar o voto de congressistas se chama CORRUPÇÃO. E eles não têm nenhuma vergonha. Mais do que isso, o governo atual investe mais de DUZENTOS MILHÕES EM PUBLICIDADE, com o nosso dinheiro. Pior: para nos convencer que direitos solapados garantirão outros. Não é verdade. Eu sei que o assunto pode ser chato, para um final de ano. É exatamente isso que o governo deseja. Quer uma sociedade desmobilizada, para atender interesses próprios e de grandes empresas. A previdência não é deficitária. Ao contrário: a previdência dá lucro ao governo. A pergunta é: POR QUE O GOVERNO ESTÁ DESESPERADO PARA REFORMAR A PREVIDÊNCIA? A verdade foi estampada nas palavras do presidente TEMER: OS INVESTIDORES ESTÃO COM PRESSA. Então precisamos perguntar quem são os INVESTIDORES. SÃO BANCOS, SEGURADORES e CAPITAIS INTERNACIONAIS. Eles querem pegar a nossa contribuição previdenciária. Ao invés de contribuirmos para a previdência pública, pagaremos para esses INVESTIDORES. Os servidores públicos contribuirão até o teto do INSS para o governo. O restante será abocanhado por esses conglomerados financeiros. REFLITAM! O governo não dá saúde, nem segurança. Tampouco dá educação de qualidade. Por que teria interesse tão urgente em assegurar futuras aposentadorias aos trabalhadores? É inexplicável essa urgência, exatamente em épocas de festas de fim de ano. E todos os anos o método é o mesmo. As reformas sempre são votadas no apagar das luzes do ano legislativo. Por que elas não são discutidas ao longo do ano? A resposta é a mesma. Eles não querem a sociedade mobilizada. Por último: o desespero do governo deve ter explicação. Em primeiro lugar, qualquer reforma poderá ter reflexos ao longo de muitos anos. A REFORMA NÃO TEM EFEITO IMEDIATO. Os efeitos. a curto prazo, somente beneficiam aqueles que vão tomar parte dos nossos salários. O mais grave é que eles projetam meter a mão em dinheiro público. O SERVIDOR PÚBLICO VAI PAGAR PARA EMPRESAS PRIVADAS. O GOVERNO DESCONTA NO CONTRACHEQUE O SERVIDOR E REPASSA PARA EMPRESAS PRIVADAS. E NÃO TEREMOS GARANTIA NENHUMA DE APOSENTADORIA. ACORDA BRASIL! SERÁ O CASO DE CORRUPÇÃO MAIS VERGONHOSO DO BRASIL.

Comentários

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
VCP - PFB Azul 08:45:00 Passo Fundo segunda a sábado
VCP - PFB Azul 17:40:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 23:15:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 20:35:00 Passo Fundo sábados
PFB - VCP Azul 06:00:00 Campinas - SP todos os dias
PFB - VCP Azul 10:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos domingos
PFB - VCP Azul 19:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos sábados
FLN - PFB Azul 16:15:00 Passo Fundo Segundas, sextas e domingos
PFB - FLN Azul 18:20:00 Florianópolis Segundas, sextas e domingos

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027