Diário da Manhã | Notícia, Jornal, Rádio, Passo Fundo, Carazinho

A casa da vovó e do vovô

Descobri uma coisa significativa nestas férias. Com a chegada do nosso netinho chinês, em meados de dezembro, foi difícil por alguns dias chegar a uma situação normal dado as dificuldades de adaptação ao fuso horário. Foram dias de sono de dia e vigília durante as madrugadas, fome em horários inusitados e cansaço extremo. Mas, com o tempo, conseguimos a normalidade esperada de visitar os tios e tias, dormir na casa deles, brincar loucamente no pula-pula e todas aquelas brincadeiras na água.

De quando em quando Dante passou a insistir para ficar um período conosco e isto funciona até agora. Esses dias na casa do vovô e da vovó são de descanso. Nossa cama, geralmente vestida de branco, recebe aquele menininho cada vez mais moreno para dormir, espreguiçar-se, divertir-se com a patrulha canina e receber os carinhos que finalmente podemos dar. Estamos assistindo a transformação de um menino criado grande parte do tempo em ambientes fechados. A China ainda não resolveu o imenso problema da poluição, obrigando as pessoas a viver diferente de nós. Em casa, na escola e nos ambientes frequentados há aparelhos purificadores de ar, que não dão conta da sujeira ambiente. Os dias de brincar em parques são reduzidos.

A vida dele no Brasil é agitada. Os primos funcionam como irmãos, então as disputas por brinquedos e por espaço são frequentes. Aquele menininho doce e silencioso frente às disputas, aos poucos, passou a disputar também, a brigar pelo que quer e a mostrar que está perfeitamente integrado à família sempre tão distante. O clima de verão, os dias de sol, o ar puro de que desfrutamos todos os dias (ainda), amorenaram a pele já amarelada desse chinesinho que vemos tão pouco.

Ele ficará por aqui mais alguns dias, para depois voltar à rotina. Lá ele encontrará o pai de quem tem saudade imensa, os colegas, os amiguinhos, os brinquedos. Lembrará de nós, mas será feliz como sempre foi. Os lençóis brancos costumeiros das camas da sua casa, certamente evocarão lembranças de aconchego, de carinho, de descanso. Cabe-nos proporcionar-lhe aquilo de bom que fará parte da sua vida toda. O amor e o carinho marcam indelevelmente.

Não sei quanto tempo ele ficará longe de nós. Acredito que, já maior, quando voltar, ele não sinta falta da nossa cama para descansar, por isso, fazemos tudo o que podemos para que a magia que envolve a casa da vovó e do vovô deixem marcas fortes no seu coração. Ele saberá, sempre, que aqui também é seu lugar.

Comentários

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
VCP - PFB Azul 08:45:00 Passo Fundo segunda a sábado
VCP - PFB Azul 17:40:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 23:15:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 20:35:00 Passo Fundo sábados
PFB - VCP Azul 06:00:00 Campinas - SP todos os dias
PFB - VCP Azul 10:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos domingos
PFB - VCP Azul 19:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos sábados
FLN - PFB Azul 16:15:00 Passo Fundo Segundas, sextas e domingos
PFB - FLN Azul 18:20:00 Florianópolis Segundas, sextas e domingos

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027