Três anos, três taças

Coluna escrita pela Jornalista Daniele Freitas

O título da coluna é autoexplicativo: desde 2016, o Grêmio vem tendo que abrir novos espaços na sua sala de troféus. Há, inclusive, quem reclame que, com o preço do combustível, não está fácil acompanhar tantas carreatas de comemoração. Brincadeiras a parte, a recente conquista da Recopa Sul-Americana é um alento em meio a um temeroso início de temporada, que ameaça o Tricolor de rebaixamento no Campeonato Gaúcho. Inegavelmente, o futebol vive de resultados e o time de Renato Portaluppi os tem. Então, por que persiste essa insegurança sobre os próximos passos da temporada gremista?

Confesso que não assisti à cobrança de pênaltis. Desliguei a TV ainda no primeiro tempo da prorrogação. Para quem viu as atuações de gala do Grêmio no ano passado, o confronto contra o Independiente foi um teste de paciência. A fatura poderia ter sido liquidada ainda no começo da primeira etapa, quando a equipe gaúcha era superior na partida e acumulou chances de gol desperdiçadas. Na etapa complementar, mesmo com um jogador a mais, o Tricolor pecou na efetividade do seu ataque, ainda carente de um homem de referência. Assim como ocorreu na Argentina, na semana anterior, o time não soube aproveitar a vantagem numérica – e quase pagou por isso. Não é menosprezar o adversário, mas, cá para nós, o Grêmio não precisava de tanto sufoco para soltar o grito de “bicampeão”.

O tempo reduzido de pré-temporada, sempre elencado por Renato ao justificar que “o Grêmio está pagando por ter disputado o Mundial”, prejudica o rendimento dos titulares. Mas até que ponto isso justifica o baixo aproveitamento no ataque? Alguém notou queda no desempenho dos zagueiros ou do goleiro Tricolor? Pois é. São questões que, na euforia da conquista de um título internacional, passam despercebidas, mas que não podem ser varridas para debaixo do tapete. Vale lembrar que só a primeira competição do ano chegou ao fim: ainda temos toda a temporada pela frente. 

Comentários

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
VCP - PFB Azul 08:45:00 Passo Fundo segunda a sábado
VCP - PFB Azul 17:40:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 23:15:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 20:35:00 Passo Fundo sábados
PFB - VCP Azul 06:00:00 Campinas - SP todos os dias
PFB - VCP Azul 10:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos domingos
PFB - VCP Azul 19:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos sábados
FLN - PFB Azul 16:15:00 Passo Fundo Segundas, sextas e domingos
PFB - FLN Azul 18:20:00 Florianópolis Segundas, sextas e domingos

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027