O abuso no extracampo

Coluna escrita pela jornalista Daniele Freitas

Aconteceu na Arena. Não que já não tivesse ocorrido em outros lugares antes, mas, desta vez, foi ali. Mudou o cenário, mudaram os personagens, o enredo manteve-se. Poucos minutos antes de a bola rolar para Grêmio e Cerro Porteño, na última terça-feira (01º), ela entrou para a estatística. Foi mais uma vítima e menos uma voz que se calou diante do abuso. A mulher de 28 anos foi verbalmente assediada por quatro torcedores antes de um deles passar a mão na bunda dela. O agressor, um homem de 30 anos, foi encaminhado, pela Brigada Militar, à delegacia instalada no interior do estádio. A pena? Em cada um dos próximos doze jogos do Grêmio, o agressor deverá se apresentar na delegacia mais próxima.

Talvez, a essa altura, o leitor da coluna esteja se perguntando: o propósito deste espaço não é discorrer sobre futebol? Sim. E falar sobre futebol não é falar apenas sobre o que acontece dentro das quatro linhas, mas também sobre o contexto extracampo. Enquanto o machismo estiver enraizado no futebol, devemos tocar nesse assunto. É inaceitável que em um espaço tão democrático e inclusivo como o esporte ainda se perpetue o senso comum, a validação de preconceitos, o retrocesso social. Igualmente, é inconcebível que ainda se cultue a ideia de que o respeito – um direito básico de todo cidadão – seja reduzido a um simples “mimimi”.

Será mesmo que é pedir demais uma mulher querer ir ao estádio torcer pelo seu time sem ser abusada, caluniada ou estuprada? Será que é muito difícil agir com civilidade diante de alguém do sexo oposto? Ou até quando as próprias mulheres vão reproduzir o machismo julgando umas a outras pelo que vestem, pela bebida que carregam no copo ou pelos espaços que frequentam? Se você considera “normal” esse tipo de comportamento, sob a justificativa de que o ambiente do estádio é predominantemente masculino e que casos assim sempre existiram, então, sinto muito: você é parte do problema. Quem precisa deixar o estádio é você, não ela.

Comentários

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
VCP - PFB Azul 08:45:00 Passo Fundo segunda a sábado
VCP - PFB Azul 17:40:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 23:15:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 20:35:00 Passo Fundo sábados
PFB - VCP Azul 06:00:00 Campinas - SP todos os dias
PFB - VCP Azul 10:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos domingos
PFB - VCP Azul 19:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos sábados
FLN - PFB Azul 16:15:00 Passo Fundo Segundas, sextas e domingos
PFB - FLN Azul 18:20:00 Florianópolis Segundas, sextas e domingos

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027