Diário da Manhã | Notícia, Jornal, Rádio, Passo Fundo, Carazinho

Os juros na economia brasileira

O assunto do momento são os juros da economia brasileira somados a de taxas, impostos e outros encargos, embutidos em qualquer operação financeira.  Mesmo que o Banco Central ou o COPOM estejam empenhados em baixar os juros eles não caem. Há muitas explicações, mas não convencem. O sistema financeiro justifica, alegando que os juros de mercado não caem por conta da inadimplência. Estudos de economistas respeitados – não ligados a bancos – afirmam que os juros cobrados não encontram amparo técnico. Essas elevadas taxas de juros travam a economia do País. As empresas não podem contar com bancos para buscar capital de giro. Não podem produzir mais e tampouco aumentar o emprego. As empresas que poderiam arriscar investimentos estão com o freio de mão puxado. Todos esperam como vai se comportar a economia. Ocorre que a economia depende muito dos bancos. Afinal, para que serve o sistema financeiro? Enquanto isso, as empresas sofrem e os empregos não são gerados. A economia patina. As instituições financeiras publicam balanços anunciando lucros. Precisam fazer isso, em razão da concorrência entre elas. A conclusão mais evidente é que mexer na taxa básica de juros não beneficia a economia. De outra banda, traz mais lucros para os bancos, porque a captação fica mais barata. Outra questão extremamente preocupante é a média dos juros cobrada pelo mercado. Essa média já é excessiva. Algumas instituições extrapolam essa média, atingindo até 850% ao ano. O Judiciário tem apreciado essa matéria em milhares de processos. O problema é que mais de noventa por cento dos casos não chega ao Judiciário. Então o custo benefício dos bancos é muito grande. Urge que se criem políticas públicas de recuperação da economia, criando regras mais rígidas para todas as instituições financeiras. Os bancos e outras financeiras não podem estabelecer taxas maiores do que a média do mercado. Essas taxas já são absurdamente altas. Não é demasia afirmar que mesmo as taxas médias estão acima de qualquer razoabilidade econômica. É preciso desmistificar a questão da inadimplência, uma vez que é o argumento para os altos juros. A taxa de inadimplência, conforme dados do Banco Central, é de aproximadamente 5%. Enquanto isso o spread bancário vem crescendo. E não há explicação técnica para isso. Os abusos nessas cobranças têm alguns motivos. O primeiro deles é que o crédito ainda é fácil. E a sociedade brasileira ainda procura muito os empréstimos fáceis. E a inadimplência é estimulada pelos bancos, quando não adotam critérios mais rígidos. Concluímos que os bancos querem mesmo a inadimplência, porque é justificativa para os juros extorsivos cobrados. Tudo isso leva endividamentos insuportáveis para uma economia que deseja crescer. Significa dizer que os bancos se tornaram poderosos demais, sem controle efetivo pelo governo federal. Estou batendo nessa tecla há mais de vinte e cinco anos. O que mudou de lá pra cá foi o gigantismo de alguns bancos. Como consequência os bancos menores foram engolidos. E os bancos estatais foram vendidos ou extintos. Ainda, podemos afirmar que o sistema financeiro cria crises. As crises financeiras sempre favoreceram os bancos. Os lucros dos bancos não diminuem, mesmo com a economia em baixa. Por último: cabe salientar as fraudes bilionárias de alguns bancos. Depois foram socorridos por dinheiro público ou de banco público. Podemos lembrar o recente escândalo de socorro bilionário da Caixa para o banco Panamericano. Que tal lembrar os empréstimos bilionários do BNDES. A sociedade brasileira deve acordar e ajudar a mexer nessa caixa preta. Essa é uma luta de todos!

Comentários

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
VCP - PFB Azul 08:45:00 Passo Fundo segunda a sábado
VCP - PFB Azul 17:40:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 23:15:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 20:35:00 Passo Fundo sábados
PFB - VCP Azul 06:00:00 Campinas - SP todos os dias
PFB - VCP Azul 10:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos domingos
PFB - VCP Azul 19:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos sábados
FLN - PFB Azul 16:15:00 Passo Fundo Segundas, sextas e domingos
PFB - FLN Azul 18:20:00 Florianópolis Segundas, sextas e domingos

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027