Expectativas juvenis

Fui privilegiada com um encontro emblemático, quando pude conversar sobre literatura com adolescentes e, alguns, ainda pré-adolescentes. Foi revelador! Nunca antes consegui vislumbrar com tanta clareza, o que está escondido na alma dessa geração.

No começo percebi algum estranhamento, dado o total desconhecimento de quem éramos uns para os outros. Senti até uma leve rejeição por parte de alguns, indiferença por parte de outros e receptividade de poucos. Ultrapassamos corajosamente a primeira fase, quando falamos em livros, em apropriação indevida do pensamento escrito por outras pessoas. Os meninos e meninas, como parte do trabalho, produziram desenhos, onde retrataram um bicho descrito no alto de uma folha. O resultado da dinâmica foi imediato. Riram dos desenhos uns dos outros, perceberam como é divertida a diversidade e como a subjetividade fica impressa em tudo o que se faz.

A seguir, enquanto analisávamos os trabalhos, foram encorajados a falar de si. Foi a partir daí que houve uma verdadeira catarse. Descreveram minuciosamente as percepções de si. Um se vê um líder nato, que não suporta ser contrariado, outro se disse tímido demais; outra se disse grosseira por gostar de ser franca, no que foi elogiada, apesar de reconhecerem que a verdade e a franqueza machucam. Foram implacáveis e crentes de que a transparência é um valor inquestionável. A conversa continuou fazendo com que cada um se desnudasse em qualidades e defeitos. Ao resvalarmos para o quesito sonhos, as emoções ficaram evidentes.

Tínhamos ali um grupo com ideias claras, com sonhos nada vazios, já que se disseram preparados para os desafios. Falaram nos esforços que empreendem desde agora, estudando com afinco para tornarem-se juízes, delegados, veterinários, professores de português. Saí de lá um pouco preocupada com a crueza retratada nas falas, mas tranquilizei-me com a capacidade de entregarem-se às emoções profundamente humanas que um encontro como aquele proporciona. Fui-me embora muito feliz! Lamentei mais uma vez não ser professora, por que, se fosse, teria oportunidades assim todos os dias. Compreendo, em ocasiões assim, a resistência heroica da classe mais nobre que há no mundo, que é a dos professores e professoras. É impossível não amar os meninos e meninas que acolhem os adultos, quando reconhecem sentimentos genuínos de disposição para que a dança entre o aprender e o ensinar aconteça.

Anseio pelo dia em que as escolas sejam lindas e confortáveis, em que os mestres sejam contemplados pelo respeito às suas necessidades humanas e materiais. Desejo muito que as crianças e os adolescentes sejam encorajados a viver de forma segura, sabendo-se aceitos sem reservas. Sonho com o dia em que possamos ser adultos sensíveis ao mais importante, que é o cuidado com as novas gerações. Para isso falta desvelar a criança e o adolescente que está lá dentro de nós para sempre.

A literatura permite milagres como o que descrevi. O milagre maior aconteceu dentro de mim, podem crer.

Comentários

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
VCP - PFB Azul 08:45:00 Passo Fundo segunda a sábado
VCP - PFB Azul 17:40:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 23:15:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 20:35:00 Passo Fundo sábados
PFB - VCP Azul 06:00:00 Campinas - SP todos os dias
PFB - VCP Azul 10:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos domingos
PFB - VCP Azul 19:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos sábados
FLN - PFB Azul 16:15:00 Passo Fundo Segundas, sextas e domingos
PFB - FLN Azul 18:20:00 Florianópolis Segundas, sextas e domingos

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027