Diário da Manhã | Notícia, Jornal, Rádio, Passo Fundo, Carazinho

Pôr à prova

É muito conhecida a passagem do Evangelho da multiplicação dos cinco pães e dois peixes (João cap. 06). Quando lida de forma rápida e superficial, percebe-se só o sinal da multiplicação. Porém, existem muitos ensinamentos importantes para sociedade. O pão é símbolo do alimento que mata a fome, seja ela física, interior, emocional, de paz, de unidade, etc. O ser humano tem, por primeira necessidade, matar a fome cada dia e isto é possível porque existe a colaboração entre as pessoas e um sistema de ajuda mútua.

Diante da multidão faminta Jesus provoca o discípulo Filipe. Como resolver o problema da fome? O texto bíblico afirma que a pergunta era “para pô-lo à prova, pois ele mesmo sabia muito bem o que ia fazer” (Jo 6,6). Resolver o problema da fome e das outras necessidades humanas é responsabilidade de quem? Ao envolver os discípulos mostra que eles são corresponsáveis. A solução não pode ficar restrito a algumas pessoas, ou instituições, ou governos. Na verdade, cada um é responsável por todos e todos por cada um.

Filipe diz que não tem dinheiro para comprar comida. Deu a entender que tendo dinheiro se resolve o problema da fome da humanidade. Outro discípulo, de nome André, vai em busca de alguém que tivesse comida e encontra um menino com cinco pães e dois peixes. Ele vai ao encontro das pessoas famintas e procura entre elas alguma saída. Vale o famoso adágio: “Ninguém é tão pobre que nada possa dar e ninguém é tão rico que não precise receber”. Foi a colaboração e o envolvimento dos necessitados que abriu o caminho a solução da fome. O menino deu início à partilha e à multiplicação. Na hora de partilhar as pessoas foram organizadas para que recebessem o alimento de modo digno e planejado. Uma nação com planejamento consegue incluir e repartir, e sem planejamento, somente os primeiros vão se fartar.

É provocativa a seguinte ordem: “recolhei os pedaços que sobraram”. O que é desperdiçado fará falta para alguém. Estudos revelam a quantidade de alimentos que vão para o lixo. Infelizmente, desperdícios acontecem em todos os ambientes. O alimento jogado fora não me pertence, mas é de quem passa necessidade.

Jesus Cristo envolveu os discípulos, a multidão faminta, ensinou a repartir e a não desperdiçar é reconhecido, somente por alguns, como “aquele que deve vir ao mundo”. Outros não aprenderam esta lição e preferiram ver em Jesus um mágico, alguém que substitui a responsabilidade, por isso Ele foge deles.

Comentários

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
VCP - PFB Azul 08:45:00 Passo Fundo segunda a sábado
VCP - PFB Azul 17:40:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 23:15:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 20:35:00 Passo Fundo sábados
PFB - VCP Azul 06:00:00 Campinas - SP todos os dias
PFB - VCP Azul 10:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos domingos
PFB - VCP Azul 19:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos sábados
FLN - PFB Azul 16:15:00 Passo Fundo Segundas, sextas e domingos
PFB - FLN Azul 18:20:00 Florianópolis Segundas, sextas e domingos

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027