Diário da Manhã | Notícia, Jornal, Rádio, Passo Fundo, Carazinho

Campanha Digital

Com as candidaturas devidamente registradas, apenas aguardando julgamento, está dada a largada oficialmente para a campanha eleitoral, que em função da Copa do Mundo iniciou tímida, mas tem tudo para esquentar, principalmente nas redes sociais, que devem se consolidar como o principal palanque eletrônico destas eleições...Porém, os candidatos de Carazinho parece que ainda não descobriram este filão, e aqueles que descobriram parece que ainda não aprenderam a usar, até porque há que se ter muito cuidado... Diria até que marketing eleitoral-digital é coisa para profissionais, já que existe o grande risco de se tornar uma anti-propaganda para os candidatos, fazendo com que as postagens causem grande rejeição aos internautas eleitores. Por isso, na dúvida, é melhor não usar e continuar apostando nas ferramentas tradicionais de campanha...

Campanha Sonora
Vale lembrar, aliás, em nome de todos os cidadãos carazinhenses que o mesmo cuidado que se deve ter com as redes sociais, há de se ter também com os carros de som...Ninguém aguenta os auto falantes a todo volume passando pelas ruas da cidade com os jingles e promessas de candidatos. Definitivamente não se ganha voto no grito...Pensem nisso!

Sem poluição visual
Mas se por um lado vai ser impossível evitarmos os carros de som e a poluição sonora nos meses que seguem até outubro, pelo menos teremos menos poluição visual em Carazinho durante a campanha. É que apesar da legislação federal permitir a colocação de cartazes e cavaletes em vias públicas, uma lei aprovada no ano passado pela Câmara de Vereadores proibiu este tipo de propaganda no município. De autoria do vereador Daniel Weber, a lei proíbe a colocação de material de propaganda eleitoral como cavaletes, bonecos, faixas, cartazes e banners fixos ou móveis em praças e canteiros centrais e laterais, passeios, rotatórias e cruzamentos de vias públicas no município. A lei chegou a ser vetada pelo prefeito Renato Süss, mas o veto acabou sendo derrubado pela Câmara...Porém, por se tratar de uma lei municipal, a proibição pode vir a ser questionada, já que a legislação federal está acima da legislação municipal. Ou seja, caso um candidato entre na Justiça, ele até pode conseguir liberação para instalar os seus cartazes ou cavaletes nas ruas de Carazinho, mas qual será que irá querer correr o risco de ser o único a causar poluição visual na cidade? ...Será que vale o desgaste?

Gastos
Mas campanha, seja real ou virtual, com ou sem cartazes, custa caro e isso todo mundo sabe...Conforme os valores declarados como limite de gastos pelos candidatos a presidência, por exemplo, a campanha pode ultrapassar os R$ 900 milhões este ano. Já os candidatos carazinhenses tanto à Câmara dos Deputados como à Assembleia limitaram os gastos de campanha a cerca de R$ 12,5 milhões somando todos os valores. Os dois candidatos locais à Deputado Federal limitaram os gastos em R$ 5,4 milhões, sendo R$ 3 milhões declarados por Márcio Biolchi (PMDB) e R$ 2,4 milhões por Ronaldo Nogueira (PTB). Para a Assembleia, os quatro candidatos locais limitaram os gastos em um total de R$ 7 milhões. Aylton Magalhães (PP) e Paulino de Moura (SDD) informaram um limite de R$ 2 milhões cada um, enquanto que Flávio Lammel (PDT) e Otto Gherardt (PT), um limite de R$ 1,5 milhão cada...Vale lembrar que os valores declarados para a Justiça Eleitoral como limite máximo de gastos na campanha geralmente não se confirmam, ficando bem abaixo do declarado, até porque para gastar tem que ter ou captar através das doações eleitorais...

Comitês
Com o início da campanha, iniciou também a movimentação no setor imobiliário da cidade com os partidos a procura de sedes para instalação dos comitês. Serão no mínimo seis comitês instalados na cidade, sendo que um candidato pode instalar mais de um comitê ou mesmo candidatos 'não locais' podem vir a instalar comitês em Carazinho...E nesta hora, independentemente de coligações em nível estadual ou nacional, é cada um por si...para felicidade das imobiliárias e dos donos dos imóveis...

Bolsas
E a Câmara de Vereadores aprovou na última sessão, o projeto do vereador Alaor Tomaz (PDT) que institui o Bolsa Atleta em Carazinho, com o objetivo de, através de auxílio financeiro, valorizar e beneficiar atletas amadores que representem o município em competições. Não resta dúvidas quanto ao mérito do projeto. O questionamento, porém, é quanto a viabilidade financeira do projeto. Diante da situação financeira da Prefeitura, a pergunta que se faz é de onde serão tirados os recursos para custear estes atletas, já que o projeto não faz nenhuma referência a isso...O que não pode acontecer é este ser mais um projeto que não irá sair do papel, até porque, se for para premiar o talento de carazinhenses, deveria se criar também o Bolsa Artista, Bolsa Escritor, Bolsa Cantor e assim por diante...Ou seja, incentivos financeiros todos precisam e merecem, mas há recursos para isso?

Perguntas que não querem calar...
Falando em Câmara de Vereadores, conforme adiantado em primeira mão por esta coluna, o vereador Eduardo Assis será o novo presidente da Comissão de Justiça e Finanças do Legislativo. Coincidentemente, ele também será o 'oitavo elemento' no grupo que compõe a Mesa Diretora da Câmara, formado pela maioria de vereadores da Situação...Mesmo assim, o vereador está repetindo o mesmo discurso do vereador Paulino de Moura, de que não faz parte do grupo de apoio à administração...Mas se não é para votar com a Situação, então porque aderir formalmente ao grupo composto em maioria pela Situação? ...Seria então apenas para garantir a presidência da Comissão? Ou em função de uma promessa de quem sabe em 2015 assumir a presidência da Câmara? Se o apoio do vereador à administração não faz parte do pacote, o que faz parte então?...Não entendi...

...Aliás, fica cada vez mais claro que o principal objetivo do grupo Novo Rumo não é de unicamente dar sustentação à atual administração, apesar de ser formado em sua maioria por vereadores do PDT e PSDB. O objetivo do grupo é garantir, entre eles, o nome para suceder Renato Süss na Prefeitura. Simples assim!

Sinal de Alerta
Acendeu o sinal de alerta na Prefeitura em relação a quantidade de horas-extras...Somente este ano o valor já ultrapassou R$ 1,4 milhões, sendo que a liderança no ranking é da secretaria de Obras e do departamento de Trânsito. Em uma reunião esta semana, o prefeito em exercício Élbio Esteve mandou apertar o cinto e determinou hora-extra zero nas secretarias e departamentos...Elementar e inevitável que com o estacionamento rotativo pago e ainda todas as demandas do departamento, que o trânsito estourasse em horas-extras. Aliás, isso me lembra que o atual sistema de cobrança quando retomado foi anunciado como provisório, até que os estudos sobre o sistema ideal fossem concluídos...Não conseguiram chegar a nenhuma conclusão até agora?

Faltou estudo???
Não resta dúvida que falta planejamento no trânsito de Carazinho, que fica a critério de achismos e empirismos de cada gestor. Já vimos retornos serem fechados para depois serem reabertos, ruas trocarem de mão a cada quatro anos, sem falar da ‘logística’ das rótulas que em Carazinho consegue ser diferente do que em todo o país... Porém, a instalação seguida da 'desinstalação' do semáforo entre a Eurico Araújo e a avenida Flores da Cunha é o mais claro e lamentável retrato da falta de planejamento na atual administração municipal. Como se explica o gasto do dinheiro público para instalar uma sinaleira e depois de uma semana desligá-la porque 'faltaram estudos técnicos'...O que leva um gestor tomar uma decisão que afetou diretamente milhares de pessoas sem o estudo técnico necessário?

Comentários

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
VCP - PFB Azul 08:45:00 Passo Fundo segunda a sábado
VCP - PFB Azul 17:40:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 23:15:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 20:35:00 Passo Fundo sábados
PFB - VCP Azul 06:00:00 Campinas - SP todos os dias
PFB - VCP Azul 10:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos domingos
PFB - VCP Azul 19:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos sábados
FLN - PFB Azul 16:15:00 Passo Fundo Segundas, sextas e domingos
PFB - FLN Azul 18:20:00 Florianópolis Segundas, sextas e domingos

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027