Cultura

Foi assim no Estado, com a proposta de extinção de Fundações, foi assim em Passo Fundo, com o cancelamento da Jornada de Literatura e não foi diferente em Carazinho, com o cancelamento da Feira do Livro...Ou seja, diante de dificuldades do caixa, uma das áreas mais afetadas é a cultura, com a retração de investimentos tanto do setor privado como público...Em Carazinho, a Feira do Livro que iria acontecer durante a Semana da Cultura teria um custo de aproximadamente R$ 150 mil para a Prefeitura na infraestrutura que seria montada na praça. Infelizmente diante das medidas de contenção de gastos determinadas pelo prefeito Renato Süss, não restou outra alternativa para a secretária de Educação Eloísa Dreyer do que cancelar o evento e comunicar às nove livrarias da região que já haviam confirmado presença, até porque a Feira em Carazinho seria uma forma dos empresários do setor compensarem em parte o cancelamento da Jornada...Pois infelizmente, ficaram sem a Jornada e sem a Feira...

Criatividade
Porém, mesmo com as dificuldades, todo o restante da programação da Semana de Cultura está mantido. Para viabilizar os eventos, a comissão organizadora está buscando recursos junto ao setor privado e, inclusive, junto ao setor público, como a Câmara de Vereadores e a Eletrocar. Segundo a secretária, a crise exige criatividade e é assim que estão adaptando a programação conforme os recursos disponíveis. Ela garante também que o turno único não irá afetar a organização do evento, até porque, como fez questão de frisar, “a cidade não para”...Importante que mesmo menores, os eventos sejam mantidos. Tudo que não precisamos agora é difundir a ideia de “terra arrasada”...

Necessidade
Falando em contenção de despesas, o projeto de criação de vaga no PreviCarazinho não foi votado na semana passada em função de um pedido de vistas do vereador Daniel Weber (PP), já que segundo ele, nem mesmo o Previ conseguiu convencer quanto a necessidade do cargo neste momento. Na próxima sexta-feira, será feita uma reunião entre os vereadores e o Previ para discutir o projeto...Além deste projeto, alguns vereadores estão questionando outros com o mesmo teor enviados pelo Executivo, uma vez que há um concurso previsto para breve...Aliás, Weber deve estar entrando com um Pedido de Informações para saber detalhes do edital do concurso antes que seja publicado, principalmente quanto ao número de cargos e vagas que serão abertos...

Diária de vereador
E o presidente do Legislativo, Paulino de Moura acompanhado do vereador Alaor Tomáz está em Brasília participando de um encontro da Ascamaja – Associação das Câmaras de Vereadores do Alto Jacuí. Durante a agenda em Brasília, os vereadores estarão apresentando três pleitos do município, entre eles, o de uma CTI NeoNatal no HCC. É claro que diante do contingenciamento de recursos do governo federal, o encaminhamento de pleitos por parte dos municípios é mais para marcar espaço, com pouquíssimas chances de sucesso, mas a tentativa é sempre válida! ...Em tempo: conforme anunciou recentemente, Paulino de Moura abriu mão da diária diferenciada de presidente, e irá receber as diárias como um simples vereador...de Carazinho. Ou seja, não será por ressarcimento, mas o valor total pago para viagens a Brasília, no valor de R$ 833,44 por dia...Se optasse pela diária de presidente, o valor seria de cerca de R$ 1.200,00 por dia...

Novo Línea
E o deslocamento até Porto Alegre para os vereadores embarcarem para Brasília foi a primeira viagem do veículo novo comprado pelo Legislativo. O Línea preto, mesmo modelo do outro carro utilizado pelos vereadores, porém zero quilômetro, foi adquirido há cerca de dois meses mas estava na garagem aguardando o pagamento de seguro e documentação. Verdade que diante das dificuldades nas finanças da Prefeitura e as medidas de contenção de despesas, este não seria o melhor momento para a Câmara adquirir um carro zero, apesar de possuir orçamento para isso...A justificativa, porém, é que o outro Línea já estava com 250 mil quilômetros, representando perigo principalmente em viagens mais distantes. No entanto, como o Legislativo só tem um motorista, não tem porquê a Câmara permanecer com dois carros, podendo leiloar o mais antigo...

Só falta Brasília...
O secretário da Saúde João Hartmann já conseguiu a aprovação da secretaria de Saúde do Estado para utilizar o prédio da UPA em outros serviços ligados à saúde. Porém, como o programa também envolve recursos federais, é preciso também a autorização do Ministério da Saúde...É claro que o momento que isso acontecer e outros serviços forem instalados no local, se enterra qualquer possibilidade da UPA funcionar um dia...Porém, entre abrir mão do programa ou ter um elefante branco ocioso aguardando ser inaugurado, talvez a primeira opção seja a mais acertada...Tomara que Brasília também pense assim...

Respingos
Não resta dúvida que o episódio envolvendo o deputado Diógenes Basegio pode respingar no PDT em todo o Estado e, em especial, na região, até porque não se trata de um simples integrante do partido, mas de uma das principais lideranças. Além disso, ainda há o episódio envolvendo o deputado Gilmar Sossella, outra liderança com base política forte em Carazinho

Caso isolado (?)
Aliás, infelizmente o efeito cascata que poderia ter sido provocado pelo episódio Basegio não se confirmou...Na época da denúncia, muita gente apostou que a prática do ‘pedágio parlamentar’ seria desmascarada com uma enxurrada de denúncias de assessores e, principalmente, ex-assessores obrigados a pagar ao patrão uma ‘comissão’ do seu salário...Não se pode generalizar, mas sabe-se que esta é uma prática vigente em nível federal, estadual e municipal...Porém, mais uma vez imperou o voto do silêncio, e os poucos que vieram à público foram silenciados...Talvez, esta fosse a principal contribuição de mais este episódio lamentável da política rio-grandense, mas nem isso...O caso continua sendo tratado como isolado...

Sem manifestação I
Depois da manifestação de março, que levou cerca de 3 mil carazinhenses às ruas protestar contra a corrupção e contra o governo Dilma, a manifestação do último domingo teve menos de 10 pessoas...Verdade que em todo o país, ela foi menor, o que analistas políticos ainda estão tentando entender...Em Carazinho, porém, não houve nenhum tipo de organização ou chamamento à população, o que em muitas cidades foi feito pelo PSDB. Talvez o fato do partido em Carazinho estar reduzido a uma comissão provisória tenha contribuído para isso...

Sem manifestação II
É claro que o fato de não ter havido manifestação em Carazinho não quer dizer que a maioria dos carazinhenses aprova o governo Dilma. Uma outra explicação pode ser o fato da atenção e preocupação dos carazinhenses estar voltada para outro problema bem mais próximo e bem mais grave que é a onda de violência que tomou conta da cidade...Talvez se a manifestação de domingo ao invés de pedir pelo impeachment de Dilma, fosse para pedir por mais segurança, a avenida Flores da Cunha voltasse a ficar lotada...

Comentários

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
VCP - PFB Azul 08:45:00 Passo Fundo segunda a sábado
VCP - PFB Azul 17:40:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 23:15:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 20:35:00 Passo Fundo sábados
PFB - VCP Azul 06:00:00 Campinas - SP todos os dias
PFB - VCP Azul 10:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos domingos
PFB - VCP Azul 19:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos sábados
FLN - PFB Azul 16:15:00 Passo Fundo Segundas, sextas e domingos
PFB - FLN Azul 18:20:00 Florianópolis Segundas, sextas e domingos

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027