Natal 2017

Nosso imaginário e a magia do Natal

Nosso imaginário e a magia do Natal
Paula Menta, psicóloga

Para explicar o comportamento das pessoas em relação ao Natal e a importância da magia ao redor dessa data, a reportagem buscou respostas na ciência para melhor compreender os sentimentos que nos acompanham desde a infância quando o assunto é o Papai Noel

Uma admiradora do Natal, Paula afirma que suas lembranças da data são muito especiais, pois era o momento de reunir-se com a família na casa de sua avó. “É uma época que me marca porque para minha família é um encontro de todos, era sempre na minha vó, com meus primos, então, para mim a noite de Natal era mágica mesmo”, afirma a psicologa, que aguardava a chegada do bom velhinho com os presentes da infância.

Em seu consultório, Paula atende crianças e adolescentes. “Atendo crianças novinhas que acreditam e converso com eles sobre a cartinha, como imagina que vai ser a noite de Natal, ajudo a criatividade fluir porque também quando brincam disso elaboram coisas que aconteceram e assim vão contando”, relatou a psicologa, que também lida com as crianças que não acreditam mais. “Quando elas não acreditam mais, temos que respeitar e fazer entender que, de fato, não existe mesmo, que o Papai Noel é uma história contada, assim como tantas outras”, frisou Paula.

Outro fator importante no desenvolvimento das crianças que acreditam nessa magia do Natal é que traz esperança e bons sentimentos. “O Natal traz a questão da família, união, gratidão. Então, é importante que a criança cultive essa magia, não pelo fato do ganho de presentes, mas por ser uma época de renovação, solidariedade”, avaliou a psicóloga, que salientou que cultivar essas fantasias é importante para que isso siga passando de geração para geração.

Contar ou não contar?

Para Paula, enquanto a criança estiver acreditando em toda a fantasia natalina é importante que os pais ou responsáveis aproveitem essa fase e curtam o momento em família, também aproveitando para incentivar a criatividade dessa criança, pois acreditar no Papai Noel é normal até certa idade. “Conforme a criança for perguntando sobre de onde vem o Papai Noel, como ele entrega os presentes para as crianças do mundo todo, como ele lê todas as cartinhas, sugiro que respondam as perguntas na medida em que forem surgindo, pois a criança dá o sinal para os pais quando param de acreditar tanto nisso”, orientou a psicóloga, que acredita que tudo acontece no seu tempo e cabe aos familiares entenderem o tempo de suas crianças. 

Comentários

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
VCP - PFB Azul 08:45:00 Passo Fundo segunda a sábado
VCP - PFB Azul 17:40:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 23:15:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 20:35:00 Passo Fundo sábados
PFB - VCP Azul 06:00:00 Campinas - SP todos os dias
PFB - VCP Azul 10:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos domingos
PFB - VCP Azul 19:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos sábados
FLN - PFB Azul 16:15:00 Passo Fundo Segundas, sextas e domingos
PFB - FLN Azul 18:20:00 Florianópolis Segundas, sextas e domingos

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027