Diário da Manhã

Economia

Custo da construção civil cresce em julho

Autor: Caetano Bortolini Barreto
Custo da construção civil cresce em julho
Foto Caetano Bortolini Barreto / DM

IBGE registra aumento em 0,58% na inflação do Sinapi

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE divulgou nesta semana a notícia de que o Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), medido pelo instituto, registrou inflação de 0,58% em julho. Essa é a maior taxa mensal do ano de 2017. Em junho, o Sinapi havia registrado inflação de 0,38%. O índice acumula taxas de inflação de 2,46% no ano e 4,25% em 12 meses.

O Sinapi foi criado em 1969, com o objetivo de produzir informações de custos e índices de forma sistematizada e com abrangência nacional, através da elaboração e avaliação de orçamentos, e também acompanhamento de custos. “Este índice computa material e mão de obra, e todos os itens que fazem parte da cesta da construção civil”, indica Plínio Humberto Donassolo, presidente do Sindicato das Indústrias da Construção e do Mobiliário de Passo Fundo – Sinduscon. Para ele, esse resultado está dentro do esperado. “Claro que isso impacta na construção civil, este índice é medido todo mês, mas ele está dentro da normalidade da realidade nacional. A inflação variou como um todo, e da construção civil também”, explica.

Com a alta de preços, o custo por metro quadrado da construção civil ficou em R$ 1.052,75. A mão de obra foi 0,90% mais cara, passando a R$ 514,97 por metro quadrado. Os materiais tiveram alta de preços de 0,28% , e seu custo aumentado para R$ 537,78. No Rio Grande do Sul, o metro quadrado custa em média R$ 1611,17. Donassolo argumenta que esse dado não está mais sendo calculado para o mercado específico da cidade: “Nós não estamos mais calculando o CUB em Passo Fundo já fazem muitos anos. Quando houve uma alteração na sistemática do cálculo do CUB, isso implicaria em uma estrutura muito grande para continuar realizando esse cálculo, e nós decidimos parar de calcular”, defende.

Região Sul registra maior variação mensal

Devido a variação captada na mão de obra nos estados do Paraná e Rio Grande do Sul, consequência de reajuste salarial de acordo coletivo, a Região Sul apresentou a maior variação regional em julho, 1,33%. Já a região Norte ficou com a menor variação, -0,18%, apresentando taxas negativas para as parcelas de materiais e mão de obra,- 0,29% e -0,05%, respectivamente. Entre as unidades da federação, o Rio de Janeiro foi o estado com maior alta em julho: 3,03%. Outras 19 unidades também apresentaram inflação. Sete locais, no entanto, tiveram deflação (queda de preços), com destaque para Goiás (-0,45 %).

O mercado municipal da construção

O presidente do Sinduscon relata que o mercado da engenharia civil na cidade está regular. “Em Passo Fundo está estável até em função de oferta e demanda, porque a retração foi forte, e aqui não foi diferente. Nem sempre se consegue repassar para o imóvel o que houve de aumento, a gente tem que absorver um pouco para se manter”, demonstra Plínio, que acredita que o cenário ainda pode ver dias melhores no futuro: “O que a gente tem sentido e ouvido em termos de Brasil, é que está começando a haver uma ração no setor. O mercado está começando a criar um pouco mais de confiança e voltando a investir em imóvel, setor que ficou até então retraído até pela situação econômica do país. Acreditamos que até o final do ano ou no ano que vem, o mercado imobiliário retorne a um quadro bem melhor do que se encontra agora”, prevê Donassolo.

Ainda segundo Plínio, o investidor ainda está distante, mas pode voltar: “O investidor está retraído, pois com os juros na altura que estão, ele prefere aplicar em investimentos financeiros do que em imóveis, mas isto é algo que agora está mudando”, conclui.

Comentários

Galerias de Fotos

Anuncie Aqui

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
VCP - PFB Azul 08:45:00 Passo Fundo segunda a sábado
VCP - PFB Azul 17:40:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 23:15:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 20:35:00 Passo Fundo sábados
PFB - VCP Azul 06:00:00 Campinas - SP todos os dias
PFB - VCP Azul 10:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos domingos
PFB - VCP Azul 19:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos sábados
FLN - PFB Azul 16:15:00 Passo Fundo Segundas, sextas e domingos
PFB - FLN Azul 18:20:00 Florianópolis Segundas, sextas e domingos

Baixe o Aplicativo do Jornal

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027