Diário da Manhã

Economia

Eletrocar pretende entrar no mercado livre de energia elétrica

Autor: Alessandro Tavares
Eletrocar pretende entrar no mercado livre de energia elétrica
Arquivo DM

A Eletrocar vai entrar no mercado livre de energia elétrica. A confirmação foi feita pelo presidente da Eletrocar Rafael Sant'Anna de Moraes em entrevista ao Programa Plantão Diário da Rádio Diário AM 780.  A intenção é deixar a empresa mais competitiva e, a médio prazo, baratear o preço da energia ao consumidor final. O presidente destaca que a possibilidade de buscar energia no mercado livre vinha sendo cogitada desde o início da  atual gestão da empresa quando as metas de trabalhos frente a companhia começaram ser traçadas. Outro ponto que pesou na decisão, conforme Sant'Anna, foi de que o prefeito Milton Schmitz apontou a necessidade de se buscar alternativas para baratear o preço da energia ao consumidor final, já que o último aumento tarifário trouxe um aumento que foi expressivo ao consumidor.

Diante do cenário, Sant'Anna explica que ainda no mês de fevereiro iniciaram conversações com a empresa Comerc de São Paulo que é uma das pioneiras no mercado livre de energia. Já no início deste mês, a Eletrocar e outras empresas da Associação Brasileira de Distribuidoras de Energia de Menor Porte - ABRADEMP, acordaram em participar em novembro de um leilão de energia elétrica.

O presidente comenta que o mercado de energia livre é um segmento que não é simples de ser operado, por isso a opção das concessionárias pela assessoria. “Se fecharmos contrato com a nova empresa que passar a suprir nossa demanda pelo mercado livre teríamos de dar um prazo de um ano para atual supridora de que vamos para o mercado livre. Com isso, se o leilão se concretizar, para o consumidor final o impacto vai ser sentido em janeiro de 2019. O estudo que o pessoal nos apresentou e conversando com as nossas equipes  comercial, técnica e de regulamentação, acreditamos que para o consumidor o preço da tarifa deve reduzir entre 8% e 10%”, projeta Sant'Anna.

De acordo com o presidente, para o caixa da empresa a medida não terá impactos imediatos, porém o que se pretende é ganhar em competitividade e volume, pois ao passo que a energia é mais barata também a cidade torna-se mais atrativa para futuros empreendimentos, e por consequência a empresa passa a atender a um maior número de clientes.“Com energia mais barata, temos condições de competir com outras concessionárias e o que Eletrocar espera ganhar é em novos clientes”, diz  Sant'Anna.

Hoje a supridora da Eletrocar é a RGE. O presidente revela que o custo do megawatt para a distribuidora hoje é de cerca de R$ 212,00 e prospecta-se de que com o leilão fique em torno de R$ 160,00 a R$165,00. Sant'Anna explica que do leilão especificamente, o que se espera é que o megawatt seja comprado por algo perto de R$ 130,00, uma vez que a tendência é de que com o recente leilão das usinas hidrelétricas da CEMIG, em Minas Gerais, adquiridaspor empresas da Europa e da Ásia, estima-se que a energia gerada por essas serão colocadas para leilão no mercado livre, o que pode ajudar a derrubar os preços.

Usinas Nucleares

O presidente revela no entanto, que as distribuidoras de energia do país são obrigadas a  adquirem cotas das usinas nucleares de Angra I e II, de Itaipu e do Programa de Incentivo às Fontes Alternativas de Energia (Proinfa) o que faz com que a formação do preço do megawatt aumente. O  presidente conta que até 2016 a indústria Nestle era a principal cliente da Eletrocar em demanda de energia, porém em dezembro do ano passado a multinacional ingressou no mercado livre e desde  então tem comprado energia por leilão de outro fornecedor, pagando para empresa carazinhense apenas uma taxa equivalente ao aluguel da rede para que a energia seja levada até a indústria.

Para evitar situações do tipo, o presidente elenca a necessidade de maior competitividade no preço. Mesmo que passe a operar com leilão,  as estruturas físicas e de instalações da Eletrocar não precisam ser alteradas.

Comentários

Galerias de Fotos

Anuncie Aqui

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
VCP - PFB Azul 08:45:00 Passo Fundo segunda a sábado
VCP - PFB Azul 17:40:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 23:15:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 20:35:00 Passo Fundo sábados
PFB - VCP Azul 06:00:00 Campinas - SP todos os dias
PFB - VCP Azul 10:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos domingos
PFB - VCP Azul 19:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos sábados
FLN - PFB Azul 16:15:00 Passo Fundo Segundas, sextas e domingos
PFB - FLN Azul 18:20:00 Florianópolis Segundas, sextas e domingos

Baixe o Aplicativo do Jornal

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027