Diário da Manhã

Cultura

Osinca fez apresentação inédita e emocionante

Autor: Isabella Westphalen
Osinca fez apresentação inédita e emocionante
Foto: DM/ Isabella Westphalen

Orquestra Sinfônica de Carazinho marcou presença na segunda noite da 20º Seara da Canção, no sábado (9), com um repertório nativista todo interpretado pelo músico Daniel Torres

Uma apresentação incomum para a Orquestra, e para a Seara, encantou o público presente  no Parque Vali Albrecht, na noite de sábado (9). Com um repertório de 10 músicas nativistas, a canção mais esperada foi a clássica “Santa Helena da Serra”, vencedora da Seara de 1984 e interpretada por Rui Biriva, falecido em 2011, que foi homenageado e saudado por Daniel Torres durante a apresentação. “Cantar para essa comunidade foi maravilhoso, essa Orquestra é simplesmente o máximo. É uma emoção reviver esses momentos que, infelizmente, não voltam mais. É matar a saudade de um grande amigo, parceiro e que nos deixou tão cedo”, emocionou-se Torres, que esteve junto com Biriva no palco da Seara em 84. 

Essa foi a primeira vez que a Orquestra realizou um concerto puramente nativista e contemplou, segundo Cordella, os clássicos dos clássicos. “Na escolha das músicas, quando eu estava organizando e discutindo que as músicas que fazem parte da Seara, também, de certa forma, fazem parte do meu coração, das minhas memórias”, comentou o músico, que lembra com muito carinho do festival e acredita que a apresentação entrou para a história, pois tratou-se de um momento significativo.

A proposta da Seara era intercambiar traços culturais, portanto, para Cordella, a participação da Osinca foi, de fato, uma troca de experiências, inclusive para o público presente. “É um intercâmbio, de pessoas que frequenta apenas os festivais de música tradicional e que se surpreendem ouvindo a Orquestra. E tem também o nosso público, que nós trouxemos, que talvez não estivesse aqui, mas veio para prestigiar”, refletiu o maestro.

Cara nova

Entre os músicos da Orquestra, estava o jovem violinista Ariel Policarpo, vindo diretamente da Orquestra de Porto Alegre, a convite de Cordella, para se apresentar na Seara. Ele afirmou ter saído um pouco do meio em que está acostumado e se disse empolgado com a apresentação. “Sempre me sinto muito feliz e a vontade de tocar uma coisa diferente. Já conhecia algumas pessoas da Osinca, porém, estar aqui é uma forma de conhecer o trabalho de outros músicos, por isso para mim é uma alegria muito grande estar aqui”, afirmou Policarpo. 

Comentários

Galerias de Fotos

Anuncie Aqui

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
VCP - PFB Azul 08:45:00 Passo Fundo segunda a sábado
VCP - PFB Azul 17:40:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 23:15:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 20:35:00 Passo Fundo sábados
PFB - VCP Azul 06:00:00 Campinas - SP todos os dias
PFB - VCP Azul 10:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos domingos
PFB - VCP Azul 19:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos sábados
FLN - PFB Azul 16:15:00 Passo Fundo Segundas, sextas e domingos
PFB - FLN Azul 18:20:00 Florianópolis Segundas, sextas e domingos

Baixe o Aplicativo do Jornal

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027