Diário da Manhã

Agro Diário

Suinicultura tem saldo positivo

Autor: Sereno Azevedo
Suinicultura tem saldo positivo
Foto DM/Arquivo

Produtores esperam sequência de meses positivos durante o ano de 2018. Olhares estão voltados ao preço do milho    

A Associação de Criadores de Suínos do Rio Grande do Sul começa o ano com dados positivos. O primeiro gráfico comparativo de 2018 com o mesmo período de 2017 mostra uma pequena variação positiva nos preços. De acordo com o presidente da associação, Valdecir Luís Folador, o levantamento feito na primeira semana do ano passado mostrou uma média de R$ 3,05 o quilo do suíno vivo, enquanto no último dia 9 o valor estava em R$ 3,08 o quilo. “São centavos de diferença, mas para cima o que cria um clima de confiança dentro do setor, que espera fechar 2018, a exemplo de 2017 quando os suinocultores tiveram margem de lucro o que não havia acontecido em 2016, período sem registro de lucro”, disse o presidente.

Conforme Folador, a principal preocupação que ronda as mais de oito mil propriedades gaúchas onde há produção de suínos é o preço do milho. “Em 2016 enfrentamos a questão dos insumos que elevaram o custo de produção. Teve momentos que uma saca  custou até mais de R$ 50,00. No ano passado o cereal, principal insumo utilizado na alimentação dos animais, teve seu valor reduzido para patamares que equilibraram o custo de produção. Agora, esperamos que a redução das áreas cultivadas de milho da atual safra não acabe jogando novamente o preço do milho pra cima”, comentou Folador. Mesmo havendo risco, garante que o momento dentro do setor é de otimismo em relação a 2018. 

De acordo com o presidente da associação, o mercado consumidor interno vem se mantendo estável. “Quanto aos negócios externos ainda temos momentos bons se intercalando com períodos ruins”, explica. Em termos de crescimento do setor, em 2017, uma projeção não oficial aponta para um índice se aproximando do 1%. Segundo Folador, o Rio Grande do Sul produziu e comercializou para abate no Estado e fora dele 9,3 milhões de suínos em 2016. Mesmo sem ter encerrado o levantamento, a expectativa é que os números apontem uma venda de suínos para a indústria brasileira em 2017 se aproximando dos 9,4 milhões de animais.

Pelo sistema de produção integrada, o preço do suíno começou a semana em R$ 3,08 e pelo meio de produção independente R$ 3,72. O Rio Grande do Sul possuiu um plantel de 348 mil animais reprodutoras de leitões.

Comentários

Galerias de Fotos

Anuncie Aqui

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
VCP - PFB Azul 08:45:00 Passo Fundo segunda a sábado
VCP - PFB Azul 17:40:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 23:15:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 20:35:00 Passo Fundo sábados
PFB - VCP Azul 06:00:00 Campinas - SP todos os dias
PFB - VCP Azul 10:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos domingos
PFB - VCP Azul 19:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos sábados
FLN - PFB Azul 16:15:00 Passo Fundo Segundas, sextas e domingos
PFB - FLN Azul 18:20:00 Florianópolis Segundas, sextas e domingos

Baixe o Aplicativo do Jornal

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027