Diário da Manhã | Notícia, Jornal, Rádio, Passo Fundo, Carazinho

Cultura

Rincão Serrano faz história

Autor: Isabella Westphalen
 Rincão Serrano faz história
Divulgação

Pela primeira vez, CTG é campeão na categoria adulta de danças tradicionais, na “copa do mundo” dos rodeios 

A realização de um sonho. É assim que o grupo campeão caracteriza a vitória na 32º edição do Rodeio de Vacaria, que é disputado, na categoria, por mais 20 Centros de Tradições Gaúchas de todo Rio Grande do Sul. Segundo o instrutor de dança da categoria adulta do Rincão, Luis Bandeira, trata-se de uma conquista imensurável, por ser o maior rodeio da América Latina.

Para Bandeira, que é oriundo do Rincão, este é um momento a ser lembrado e atribui o mérito aos seus dançarinos. “O grupo é focado e nos tornamos uma família, pois passamos mais tempo no CTG do que em casa. A maioria dos integrantes é oriunda da categoria juvenil, então é um vínculo profundo”, explicou o instrutor, que também salienta que o CTG já ganhou outras quatro vezes em Vacaria, três na categoria mirim e uma na categoria juvenil de danças tradicionais.

Dançaram no rodeio 14 pares. Um deles, formado pelo casal Tiago Bicudo e Tatiana Vincensi, que também carregam a história do CTG nas veias. Bicudo participa há 25 anos das invernadas e vibra com o 1º lugar. “Essa é a primeira vez que conquistamos o rodeio de Vacaria, esse é o objetivo de todos que dançam, certamente um feito para entrar para a história do Rincão e da nossa cidade”, frisou o peão, que também diz que o grupo ensaia junto há quatro anos e demonstra garra e vontade de vencer. Sua entrada no mundo tradicionalista, Bicudo deve a sua tia, Estela Mirta, que foi quem o colocou no CTG. “É um local que me proporcionou somente coisas boas. Ali aprendemos a conviver em grupo e que ninguém ganha nada sozinho”, afirmou o gaúcho, que recomenda que as crianças frequentem, desde cedo, o ambiente.

Há quatro anos dançando pelo Rincão, o peão Guilherme Martins, também esteve em Vacaria, participando do momento, que ele caracteriza como o maior objetivo de todo o grupo. “Vacaria sempre foi nossa ambição principal. Então, é uma vitória que representa muito para todos nós e, certamente, para as próximas gerações é um exemplo a ser seguido, para que representem nossa essência no futuro”, ressaltou Martins. “O Rincão nos ensina todos os dias como superar nossos obstáculos e limitações. Sempre se esforçando e trabalhando em prol de um bem comum, acredito que somos uma grande família”, complementou o dançarino.

“Dentro do CTG somos todos uma família”

Para a 1º Prenda do Rincão, Andressa Schacht, 19 anos, trata-se de um momento ainda mais especial, tendo em vista que ela dança pelo CTG desde os seus cinco anos de idade e afirma não ter como descrever sua vida sem falar da entidade. “Lá dentro aprendi muitos valores, perdi o medo de me apresentar e falar em público, aprendi a participar e colaborar para o grande grupo. Poder representar a história do nosso Estado em cada dança, é algo que me deixa numa enorme alegria”, alegou a prenda.

Segundo Andressa, dançar é algo que certamente a faz mais feliz e afirma ser grata pela decisão que os pais tomaram há anos, de colocá-la no Centro de Tradições, para aprender sobre a história do Rio Grande e fazer parte desse segmento. “Hoje, com a nossa conquista, sei que ajudei a construir um pequeno pedacinho da história da nossa entidade, que é como a minha segunda casa. Um lugar que representa muito amor e dedicação, parte da minha história de vida”, contou a prenda, que afirma também que a vitória em Vacaria, não seria possível sem o entrosamento do grupo e dedicação de toda equipe do Rincão. “Trabalhamos muito para que a nossa dança tivesse uma sintonia fina entre os pares e assim nos tornamos campeões. Acredito que essa vitória não seria possível sem toda a base que trabalha para que a gente possa estar ali”, avaliou Andressa.

Sobre o legado deixado para as próximas gerações, que hoje dançam nas categorias mirim e juvenil, a 1º Prenda acredita que a conquista em Vacaria seja muito importante, pois demonstra o empenho do grupo que, muitas vezes, deixa de lado a família, férias e os amigos, para poder ensaiar e se dedicar ao objetivo. “Outro exemplo que fica também, é como dentro do CTG somos todos uma família. Todos os pais, coordenadores, patronagem, amigos colaboram para que tudo saia da melhor forma”, complementou Andressa, que diz também que o espírito de cooperação que faz o Rincão Serrano ser o que é: um CTG a ser lembrado. 

Comentários

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
VCP - PFB Azul 08:45:00 Passo Fundo segunda a sábado
VCP - PFB Azul 17:40:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 23:15:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 20:35:00 Passo Fundo sábados
PFB - VCP Azul 06:00:00 Campinas - SP todos os dias
PFB - VCP Azul 10:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos domingos
PFB - VCP Azul 19:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos sábados
FLN - PFB Azul 16:15:00 Passo Fundo Segundas, sextas e domingos
PFB - FLN Azul 18:20:00 Florianópolis Segundas, sextas e domingos

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027