Política

Servidores criticam proposta de reajuste salarial

Autor: Redação Diário da Manhã
Servidores criticam proposta de reajuste salarial
Foto Divulgação SIMPASSO

Ao adiantar a rejeição da reposição de 1,64%, Simpasso diz que “proposta não pode ser levada em consideração”

A primeira proposta do Executivo Municipal para o reajuste salarial dos servidores foi apresentada nessa terça-feira (6), gerando descontentamento entre a classe.  O município ofereceu a reposição de 1,64, o que representa a média dos índices de inflação dos últimos 12 meses. O índice, porém, está muito abaixo do que reivindica o Sindicato dos Servidores Municipais de Passo Fundo (Simpasso), por exemplo.

O impacto financeiro da reposição proposta é de 3,6 milhões na folha de pagamento. Segundo o secretário de Finanças, Dorlei Maffi, “a preocupação é sempre manter o equilíbrio financeiro”, destaca.  Segundo nota do Executivo, como faz todos os anos, a discussão feita pela Prefeitura é realizada por uma comissão formada pelos procuradores do município, Adolfo de Freitas e Julio Cesar Severo da Silva, pelo secretário de Finanças, Dorlei Maffi, pelo secretário de Gestão, Diorges Oliveira, e pela secretária adjunta de Administração, Eliana de Zorzi.

Sindicato rejeita proposta

Ao lembrar que a primeira reunião oficial  com a administração,  para tratar da Data-Base 2018, ocorreu depois de quase quarenta dias de espera, o SIMPASSO frisou que o índice considerado satisfatório para os servidores é de 7,67%, baseado no piso nacional do magistério. O presidente do sindicato, Everson Da Luz, afirmou que, caso não seja alcançado o percentual, pela primeira vez na história, professores, por exemplo, receberão menos que o piso nacional. Também ressaltou que as negociações não devem se alongar para não prejudicar os servidores, já que a Data-Base é primeiro de março.

O índice ofertado pelo município foi imediatamente rejeitado.  “Esta proposta não pode ser levada em consideração, fica muito abaixo do que nós achamos justo para o servidor. Solicitamos uma nova reunião ainda esta semana para que se avance no assunto e possamos levar para análise dos colegas na nossa assembleia convocada para o dia 13. Este índice nem colocaremos em análise”, falou Da Luz durante o encontro no gabinete. O presidente do Sindicato também informou que na pauta da assembleia, que acontecerá na Câmara de Vereadores, está incluída a deliberação de paralisação dos servidores, das 8h às 17h, em caso de rejeição da proposta do governo municipal.

A reunião de ontem contou com a presença do vice-prefeito, João Pedro Nunes. Também participaram integrantes do grupo de negociação, representantes do CMP e GREFIM.

Comentários

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
VCP - PFB Azul 08:45:00 Passo Fundo segunda a sábado
VCP - PFB Azul 17:40:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 23:15:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 20:35:00 Passo Fundo sábados
PFB - VCP Azul 06:00:00 Campinas - SP todos os dias
PFB - VCP Azul 10:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos domingos
PFB - VCP Azul 19:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos sábados
FLN - PFB Azul 16:15:00 Passo Fundo Segundas, sextas e domingos
PFB - FLN Azul 18:20:00 Florianópolis Segundas, sextas e domingos

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027