Política

“Não vamos aceitar nenhum tipo de chantagem”, diz Schirmer

Autor: Vinicius Coimbra
“Não vamos aceitar nenhum tipo de chantagem”, diz Schirmer
Foto: Rodolfo Sgorla da Silva/DM

Secretário de Segurança afirma que incêndios em casas prisionais estão sendo tratados com firmeza e que presos que cometerem esse tipo de crime serão punidos

O Secretário Estadual de Segurança Pública, Cezar Schirmer, posicionou-se sobre os recentes casos de incêndios registrados em casas prisionais no Rio Grande do Sul. Só na região, foram registradas esses tipos ocorrências em Sarandi, Carazinho e Erechim em poucos dias. Para frear o problema, Schirmer disse que as autoridades gaúchas estão reagindo “com firmeza” e que, quando acontecer esse tipo de ocorrência, os presos serão colocados no regime fechado. “Se algum preso está pensando em incendiar presídio para ter regalia, está muito enganado. O tratamento dado será com muito mais rigor e energia, dentro da lei”, disse o secretário, em Passo Fundo, durante a entrega de novas viaturas à região. “Nós não vamos aceitar nenhum tipo de chantagem”. A hipótese mais trabalhada pelas autoridades é de que os apenados façam esse tipo de ação visando uma pena mais branda, como cumprir prisão domiciliar.

E a questão da regressão de pena foi o que aconteceu no episódio mais recente. Os 62 presos do regime semiaberto do Presídio Estadual de Erechim passaram para o regime fechado. Eles estavam na ala em que houve um incêndio na manhã de quarta-feira (9). O foco de incêndio foi controlado pelo Corpo de Bombeiros e ninguém ficou ferido. A decisão foi tomada durante reunião entre a Vara de Execuções Criminais de Erechim, o delegado penitenciário da Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) e a administração da penitenciária na tarde do mesmo dia.

Através de sua assessoria, a Susepe divulgou que metade dos presos de Erechim foram para as celas das galerias do regime fechado e outros para o alojamento do presídio que estava desativado. No entanto, o Instituto-Geral de Perícias (IGP) não divulgou, até o momento, se o incêndio em Erechim foi criminoso ou não. Este foi o sétimo registrado em casas prisionais do Rio Grande do Sul nos últimos 30 dias. Os outros casos ocorreram na Penitenciária Estadual de Rio Grande, no Complexo Penitenciário de Canoas, na Penitenciária Modulada Estadual de Osório e no Presídio Estadual de Dom Pedrito.

Penitenciária feminina                                              

Schirmer também falou sobre a situação da penitenciária feminina de Passo Fundo, que deve ser construída às margens da BR 285, no trecho entre Passo Fundo e Carazinho. Segundo o secretário, a licitação da penitenciária de Passo Fundo ainda depende de uma autorização da Caixa Econômica Federal. “Tende a demorar um pouco mais, mas a questão está encaminhada. Os recursos estão disponibilizados. Infelizmente, essas coisas demoram e demorou mais do que o desejado, até porque esse recurso estava praticamente perdido e nós conseguimos resgatá-los”, disse ele. A obra será uma parceria entre governo federal, que disponibilizou os quase R$ 9 milhões, e governo estadual, que deve dar a contrapartida para completar os R$ 17 milhões necessários para a construção. O projeto inicial previa 286 vagas, mas foram autorizadas mudanças que aumentarão a capacidade para 388.

Comentários

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
VCP - PFB Azul 08:45:00 Passo Fundo segunda a sábado
VCP - PFB Azul 17:40:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 23:15:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 20:35:00 Passo Fundo sábados
PFB - VCP Azul 06:00:00 Campinas - SP todos os dias
PFB - VCP Azul 10:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos domingos
PFB - VCP Azul 19:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos sábados
FLN - PFB Azul 16:15:00 Passo Fundo Segundas, sextas e domingos
PFB - FLN Azul 18:20:00 Florianópolis Segundas, sextas e domingos

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027