Política

Partido Novo quer consolidar bancada em 2018

Autor: Daniel Rohrig
Partido Novo quer consolidar bancada em 2018
Foto: Daniel Rohrig/DM

Líderes fundadores do partido estiveram em Passo Fundo na intenção de buscar apoio para candidaturas pela sigla nas eleições deste ano

Com uma classe de eleitores claramente descontente com a política brasileira – fato comprovado pelos 20% de indecisos na última pesquisa eleitoral divulgada – os candidatos, nestas eleições, buscam de todas as formas se despir de velhas roupagens e constituir um aspecto “novo” para com o eleitorado. Com o movimento iniciado ainda em 2011, porém deferido apenas em 2015 pelo TSE, o Partido Novo participará pela primeira vez de uma disputa eleitoral para eleger presidente, senadores, deputados e governadores. Em 2016, a sigla conseguiu emplacar vereadores em cinco capitais federais. O partido prega o liberalismo econômico e a política do ‘estado mínimo’, ao passo que financia a campanha com recursos próprios após optar por não utilizar verbas do fundo partidário.

Em Passo Fundo para reunir apoiadores, um dos fundadores do Novo no Rio Grande do Sul – e ex-PSL – Fábio Ostermann visitou o Grupo Diário da Manhã junto de correligionários. Na ocasião, Ostermann criticou as políticas de Estado que, segundo ele, são ineficazes para solucionar os atuais problemas. “A gente tenta conscientizar as pessoas que é possível mudar o jeito que a política vem sendo feita aqui no RS. A gente tem sido refém historicamente das mesmas velhas ideias, dos mesmos velhos partidos, que na verdade são parte do problema, apesar de se colocarem como solução. Insistem no inchaço da máquina pública, andam na contramão da descentralização do poder, na redução da máquina pública, enfim, todos os fatores que estamos habituados”, citou.

Ostermann, que é pré-candidato a Deputado Estadual pelo partido, acredita que o Novo imprimirá maior relevância a nível nacional após as eleições de 2018, já que terá candidatura própria à presidência da República, com João Amoêdo na majoritária. Questionado sobre a sua saída do PSL após o ingresso do presidenciável, Jairo Bolsonaro, Ostermann lamentou que o partido tenha abandonado sua política de renovação. “O PSL vinha numa onda de renovação muito animadora. A entrada do Bolsonaro pegou muita gente de surpresa e abafou tudo aquilo que vinha sendo trabalhado. Não havia outro caminho, senão, deixar o partido e ingressar no Novo, cuja proposta eu já tinha bastante afinidade”, lembra. Em sua pré-campanha, Ostermann defende a escolha de lideranças a partir de um contexto geral para com o Rio Grande do Sul ao lembrar que a tradição dos eleitores é emplacar nomes locais, mas que ao longo do mandato, não oportunizam o retorno equivalente às regiões nas quais foram eleitos.

Comentários

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
VCP - PFB Azul 08:45:00 Passo Fundo segunda a sábado
VCP - PFB Azul 17:40:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 23:15:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 20:35:00 Passo Fundo sábados
PFB - VCP Azul 06:00:00 Campinas - SP todos os dias
PFB - VCP Azul 10:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos domingos
PFB - VCP Azul 19:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos sábados
FLN - PFB Azul 16:15:00 Passo Fundo Segundas, sextas e domingos
PFB - FLN Azul 18:20:00 Florianópolis Segundas, sextas e domingos

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027