Geral

Transporte intermunicipal ficará mais caro

Autor: Aline Prestes
Transporte intermunicipal ficará mais caro
Foto arquivo

Reajuste de 18,91% para linhas diretas e 22,20% para quem embarca ao longo do trajeto foi definido por conselho da Agergs

A Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do Rio Grande do Sul (Agergs) autorizou, após reunião do Conselho, o reajuste nas tarifas do transporte rodoviário intermunicipal. No caso das linhas diretas e semidiretas cujos passageiros embarquem na rodoviária o valor é de 18,91% e ao longo do percurso o aumento chega a 22,20%. Para a Região Metropolitana, o índice aprovado foi de 8,94%.

Para chegar aos valores do reajuste, a Agergs realizou uma Avaliação de Impacto Regulatório (AIR), observando pontos que impactavam na manutenção e na permanência de bons serviços públicos prestados a população pelo transporte rodoviário, explicou o assessor de comunicação social e porta-voz da agência, Renato Sagrera. “Foram levados em conta a queda na demanda que vem sendo registrada nos últimos tempos, prejuízos que empresas transportadoras vêm apresentando no segmento e também é importante destacar que o transporte clandestino vem crescendo no Rio Grande do Sul. Veículos que não têm licenciamento ou permissão para transportar pessoas, acabam executando a tarefa de forma ilegal”, aponta.

Além disso, Renato lembra que muitas pessoas têm optado por utilizar aplicativos de mobilidade urbana para se descolar a lugares que, antes, iam por meio de transporte rodoviário. “Vale lembrar que a crise no país e reajustes como do óleo diesel impactam diretamente na prestação dos serviços. O conselho levou em conta todos esses apontamentos, quando aprovou a revisão tarifária”, salienta ele.

Para entender o impacto desses aumentos, deve-se inicialmente diferenciar cada reajuste. O primeiro de 8,94% refere-se a Região Metropolitana, ou seja, ônibus que transitam entre Alvorada e Porto Alegre, por exemplo, e permanecem entre essa região, registra o porta-voz da Agergs. “Já os 18,91% são daqueles que saem da Região Metropolitana pela rodoviária e vão para o interior e os 22,20% são válidos para os que embarcam ao longo do percurso. A diferença faz parte de uma liminar emitida pelo Tribunal de Contas que garante valores diferenciados para quem utiliza a rodoviária”, salienta.

Após publicação no Diário Oficial do Estado, o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (DAER) deverá definir a data para que as tarifas entrem em vigor.

Veja no exemplo como ficarão os valores em algumas rotas:

Viagem da rodoviária de Passo Fundo à Porto Alegre
Sem o aumento: R$ 73,35
Com o aumento: R$ 87,25 (reajuste de 18,91%)

Viagem saindo do centro de Passo Fundo até o centro de Carazinho
Sem o aumento: em torno de R$ 11,00
Com o aumento: R$ 13,50 (reajuste de 22,20%)

Comentários

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
VCP - PFB Azul 08:45:00 Passo Fundo segunda a sábado
VCP - PFB Azul 17:40:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 23:15:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 20:35:00 Passo Fundo sábados
PFB - VCP Azul 06:00:00 Campinas - SP todos os dias
PFB - VCP Azul 10:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos domingos
PFB - VCP Azul 19:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos sábados
FLN - PFB Azul 16:15:00 Passo Fundo Segundas, sextas e domingos
PFB - FLN Azul 18:20:00 Florianópolis Segundas, sextas e domingos

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027