Polícia

Com metas diárias de abordagens, BM registra diminuição em índices de criminalidade

Autor: Alessandro Tavares
Com metas diárias de abordagens, BM registra diminuição em índices de criminalidade
Foto: Arquivo/DM

Comandante confirma que no segundo semestre a meta é que em escalas proporcionais haverão operações policiais todos os dias. Média de redução de criminalidade foi de 50,4% na comparação do primeiro semestre de 2018 com o mesmo período de 2017

Dados informados pelo 38° BPM de Carazinho indicam que na cidade nos seis primeiros meses de 2018 houve uma redução dos índices de criminalidade quando comparados aos indicadores do primeiro semestre de 2017.

Para o comandante do Batalhão, Major Ulisses Denardi, um dos principais fatores que contribuem para os resultados positivos quando comparados ao ano anterior foi a intensificação das abordagens de pedestres e veículos. O relatório da Brigada Militar aponta que os militares abordaram no 1º semestre de 2018 um total 8.267 pessoas, o que considerando a última estimativa populacional do IBGE para cidade significa dizer que no período pouco mais de 13% da população local em algum momento foi abordada.

Já o número de veículos abordados no 1º semestre 2018 chegou a 4.897, o que corresponde a cerca de 12% da frota de veículos emplacados na cidade, que segundo o Detran/RS é de 41.118 veículos. Nos 181 dias do primeiro semestre do ano foram efetuadas pelos militares 283 prisões e 223 apreensões. Já a quantidade de armas de fogo apreendidas no 1º semestre foi de 10.

Considerando os dados compilados pelo Batalhão, de modo geral as ocorrências de maior gravidade em Carazinho tiveram índice médio de redução de 50,4% na comparação do primeiro semestre de 2018 com o mesmo período de 2017. Os casos de roubo a residência registraram queda de 62,5%. Os roubos a transporte coletivo caíram 83%. Já os furtos em veículos caíram 46%, por sua vez os roubos de veículos tiveram uma queda de 76%. Os casos de roubos a estabelecimentos comerciais foram reduzidos de 36% e os roubos a pedestres em 50%.

Quadro comparativo das ocorrências atendidas

 

Quadro comparativo das ocorrências atendidas

Ocorrência

1° semestre de 2018

1° semestre de 2017

Homicídios dolosos

06

13

Roubo a residência

05

08

Roubo a estabelecimentos em geral

29

45

Roubo a pedestre

34

68

Roubo de veículo

07

29

Furto de veículo

34

45

Roubo a transporte público

01

06


 


 




As reduções

Para Denardi, os dados em relação aos indicadores de segurança na cidade de Carazinho no primeiro semestre de 2018 indicam que as estratégias adotadas foram acertadas. “São números favoráveis, os indicadores de criminalidade diminuíram. Foram diversas operações, patrulha escolar e barreiras. Vejo este saldo como positivo e que a sensação de segurança e a resposta que a comunidade precisava acredito que esteja recebendo”, assinala o comandante.

Para o Major, dentre os indicadores mais importante que tiveram redução está o número de homicídios. Enquanto nos primeiros seis meses de 2017 haviam sido registrados 13 mortes violentas, em 2018, no primeiro semestre o número caiu para 6. Outro destaque se refere aos roubos de veículos, que foram 29 em 2017 contra 7 registros no primeiro semestre de 2018. “Isto é resultado de um conjunto de ações, não só da BM, mas quando se consegue efetuar uma prisão imediata seguida da condenação, para a segurança pública isto é um fator importante, em virtude dos elementos delinquentes ficarem segregados, pois as estatística mostram que a reincidência destes é alta”, diz o oficial.

Ataques a bancos

Dos delitos mais graves e que geralmente envolvem um maior número de marginais fortemente armados, como é o caso de assaltos a agências bancárias, Denardi destaca que o treinamento do efetivo e o emprego das ações envolvendo o Batalhão de Operações Especiais (BOE) e o Pelotão de Operações Especiais (POE) tem sido um diferencial. “Não tivemos em Carazinho e nos municípios da região neste período ocorrências de roubo a bancos. Temos feito patrulhas com o BOE e com o POE que são efetivos de armamento pesado e treinamento específico nas áreas do Batalhão e também o delinquente tem o receio do enfrentamento com a polícia bem treinada como está o nosso efetivo. Tanto que tivemos neste semestre somente uma tentativa de furto em banco em Barra Funda e em que os delinquentes foram presos”, cita Denardi.

Estratégias de policiamento no segundo semestre

O comandante destaca que as estratégias de policiamento que foram aplicadas no primeiro semestre continuarão nos próximos seis meses do ano e anuncia que haverão operações diariamente. “Nossa meta é manter o plano de policiamento e vamos continuar e crescer nas metas de abordagens de pessoas e veículos. No primeiro semestre criamos a patrulha escolar e a população tem que entender que as abordagens são para a segurança de todos. Vamos manter nosso plano tático e operacional com metas de operações diárias, semanais e mensais”, afirma Denardi.

O tamanho de cada operação dependerá da disponibilidade de efetivo em cada dia de serviço, de modo que as operações semanais e mensais concentrem o maior volume de efetivo empregado. Embora não cite quantidades, o comandante confirma que cada policial de serviço tem suas metas diárias de pessoas e veículos a serem abordados. “Cada profissional, todo dia tem um mínimo de abordagem a ser feita para que o policiamento seja pró ativo e dinâmico, não apenas fazer policiamento para ser visto e dar segurança quando acionado, mas agir preventivamente. As armas que apreendemos nestes seis meses são armas que poderiam ser utilizadas em roubos e homicídios. As abordagens vão continuar ocorrendo e peço a compreensão da comunidade pois não temos como diferenciar o cidadão de bem do delinquente”, diz o major.

Concurso da BM

A expectativa é de que a cidade de Passo Fundo seja a sede regional do Curso de Formação de Soldados da BM, porém, segundo Denardi, ainda não se tem previsão de quando os aprovados no certame serão convocados para o início do curso. “Verifiquei com o Departamento de Administração da BM em Porto Alegre e o resultado dos exames foi homologado no dia 2 de julho com 4.576 aprovados, mas ainda não foi pautada uma data específica para o início do curso de formação de soldados em Passo Fundo” revela o comandante.


 

Comentários

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
VCP - PFB Azul 08:45:00 Passo Fundo segunda a sábado
VCP - PFB Azul 17:40:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 23:15:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 20:35:00 Passo Fundo sábados
PFB - VCP Azul 06:00:00 Campinas - SP todos os dias
PFB - VCP Azul 10:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos domingos
PFB - VCP Azul 19:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos sábados
FLN - PFB Azul 16:15:00 Passo Fundo Segundas, sextas e domingos
PFB - FLN Azul 18:20:00 Florianópolis Segundas, sextas e domingos

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027