Diário da Manhã | Notícia, Jornal, Rádio, Passo Fundo, Carazinho

Política

Opinião Nadja Hartmann

Autor: Nadja Hartmann

Os vices

Encerrado o prazo para as convenções e com o cenário eleitoral desenhado para outubro, o Rio Grande do Sul se não se apresenta como protagonista na disputa presidencial, se apresenta, sem dúvida, de forma onipresente, com candidatos a vice-presidente de quatro chapas majoritárias: do PSL, com general Mourão, da coligação PSDB/PP, com Ana Amélia Lemos, do PMDB, com Germano Rigotto, e ainda provavelmente, do PT/PCdoB, com Manuela D´Avila. Em se tratando de região, o trânsito estará garantido tanto com Ana Amélia Lemos, que possui uma forte identificação com o setor agrícola da região, como também com Germano Rigotto, em função do alinhamento com a Prefeitura e a amizade com o deputado Márcio Biolchi, e não menos no caso de Manuela D´avila ser a próxima vice-presidente, já que um de seus principais escudeiros, o deputado Juliano Roso, possuir fortes vínculos políticos com a região...É claro que isso não dispensa o lobby e a pressão das lideranças, mas de qualquer forma, a região estará mais próxima do Planalto do que esteve nas últimas décadas...

Sapo

Para as lideranças do PP, que vinham apostando na candidatura própria ao governo do Estado, com a candidatura de Luiz Carlos Heinze, a desistência do deputado aos 46 minutos do segundo tempo, para concorrer ao Senado, foi uma ducha de água fria...Mais do que isso, diante da rixa histórica entre os PP e o PSDB em Carazinho, será muito difícil para os progressistas levantar a bandeira tucana na campanha de Eduardo Leite para o Piratini...Afinal, o vídeo dos tucanos comemorando a condenação do ex-prefeito Aylton Magalhães em frente ao TRE-RS ainda não foi esquecido...Ou seja, para os progressistas, o tucano Eduardo Leite se transformou na verdade em um sapo difícil de engolir...Alias, alguém já disse um dia que a política é a arte de engolir sapos...E não é???

Estratégia tucana

Porém, ninguém pode dizer que os tucanos não são bons estrategistas, pelo menos em nível estadual e nacional...O casamento entre Alckmin e Ana Amélia acabou isolando o PSL de Bolsonaro, que ficou praticamente sem um palanque para chamar de seu no Estado e ainda por tabela, deixando Sartori sem o tempo valioso do PP na propaganda eleitoral, fortalecendo com isso não só o nome de Alckmin no Estado, mas também vitaminando a candidatura de Eduardo Leite, já que uma das principais fragilidades da chapa PSDB-PTB é no interior do Estado, onde o PP possui forte base eleitoral...

Candidatura vitaminada

Quem comemorou a dança de cadeiras no PP foi o PSB de Beto Albuquerque, que com a desistência de Ana Amélia Lemos de concorrer à reeleição ao Senado, teve a sua candidatura fortalecida...Ou seja, se com Ana Amélia Lemos na disputa ao Senado, havia apenas uma vaga sobrando, já que a reeleição dela era dada como praticamente certa, agora voltam a ser duas vagas na disputa...Se tratando de alinhamento de bandeiras, tanto com Heinze ou com Beto no Senado, o Executivo municipal estará representado...

Espaços

Falando em representação, não resta dúvida que independentemente de questões partidárias, é imprescindível que Carazinho mantenha as duas vagas na Câmara dos Deputados, e preferencialmente, conquiste mais uma, já que o município vai para as urnas com três candidatos locais...Porém, não menos importante seria o município garantir uma representação na Assembleia Legislativa, o que não acontece desde que Márcio Biolchi deixou o legislativo estadual...Verdade que grande parte das decisões que impactam diretamente na vida dos cidadãos e dos municípios passam por Brasília, principalmente se tratando de recursos federais, o que não tira a importância da Assembleia Legislativa que decide sobre temas importantes, como por exemplo, programas de infraestrutura nas rodovias estaduais e segurança pública...Quem sabe se tivéssemos um deputado estadual para ‘chamar de nosso’ não teríamos sido preteridos no último loteamento de policiais militares para a região...

Voo de galinha

Porém, se dependesse apenas de nossos vereadores, Carazinho estaria com chance zero de emplacar um deputado estadual. Ao contrário de outros municípios da região, como Passo Fundo, por exemplo, onde cinco vereadores concorrem a uma vaga nestas eleições, o legislativo de Carazinho ficou apenas nos balões de ensaio que não passaram de voo de galinha, o que vale também para os balões de ensaio do Executivo municipal...

Nova moda

Falando em vereadores, a nova moda no legislativo de Carazinho é criar semanas de conscientização. Somente na última sessão, foram instituídas mais quatro semanas no calendário do município: de conscientização sobre depressão infanto-juvenil; de incentivo a doação de órgãos; de conscientização da orientação postural nas escolas e de prevenção de acidentes e primeiros socorros nas escolas...Isso sem contar as outras semanas já aprovadas, transformando o calendário anual do município em semanas subsequentes de conscientização, o que sem dúvida é bastante positivo...Todas as datas criadas são voltadas para assuntos de suma importância para a população...Porém, não basta criar a data sem a preocupação de efetivar as ações de conscientização, o que demanda iniciativa, tempo, recursos humanos e dinheiro...Além disso, corre-se o risco de banalizar as datas, que passarão a ser apenas mais uma, para inglês ver...Ou seja, criar e aprovar o projeto é o mais fácil, agora tem que tirar do papel e buscar resultados concretos de conscientização...

Voto bairrista

A profusão de nomes aliada ao tempo menor de campanha torna ainda mais importante garantir espaços para que os eleitores possam conhecer os candidatos...Espaço esse que será oportunizado pelo Grupo Diário da Manhã que na sua cobertura eleitoral, estará apresentando os candidatos da região e suas propostas. Além disso, a ACIC através do Ideias na Mesa vem oportunizando que candidatos dos mais diferentes partidos utilizem o espaço. Já foram ouvidos Beto Albuquerque, Luiz Carlos Heinze, Vilmar Zanchin, e na próxima segunda, será a vez do deputado Márcio Biolchi...Ao contrário de entidades de alguns municípios do Estado que a cada eleição geral lançam campanhas pelo voto em candidatos locais, a ACIC não chega a defender o “voto bairrista”, mas sem dúvida, apoia candidatos que demonstram comprometimento com o desenvolvimento regional...

Aqui e lá...

Voltando ao cenário nacional das majoritárias, a situação do ex-presidente Lula que provavelmente deixará de ser candidato faltando menos de 30 dias para as eleições, remete a uma situação vivenciada recentemente na história política de Carazinho, quando em 2016, o ex-prefeito Aylton Magalhães desistiu da candidatura faltando um mês para o pleito...Guardadas as devidas diferenças, já que diferentemente de Lula, Aylton não tinha condenação em segunda instância, a decisão também foi tomada por questões legais. Outra diferença é que no caso de Carazinho, o substituto escolhido – no caso, o candidato a vice Milton Schmitz – não era do mesmo partido de Aylton...Em relação ao resultado, só o tempo e as urnas irão dizer se a substituição no PT será tão bem sucedida com foi a substituição em Carazinho...

Responsabilidade

Diante da gravidade do caso envolvendo o prefeito de Não-Me-Toque Armando Roos, a Câmara de Vereadores não poderia ter tomado outra decisão senão dar prosseguimento ao processo, que já soma 600 páginas...Fundamental, portanto, que o julgamento prossiga de forma técnica e não política e que não se transforme em uma queda de braço entre Oposição e Situação...Diante da repercussão nacional do caso, o processo vem sendo acompanhado de perto por toda a opinião pública. Por isso, a postura séria e responsável dos vereadores será fundamental para que a imagem do legislativo também não saia arranhada do episódio...

A propósito: a decisão do diretório estadual do PP de manter a candidatura de José Otávio Germano, que terá direito aos recursos do fundo partidário da sigla envergonhou parte dos progressistas gaúchos, mas infelizmente não todos...

Comentários

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
VCP - PFB Azul 08:45:00 Passo Fundo segunda a sábado
VCP - PFB Azul 17:40:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 23:15:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 20:35:00 Passo Fundo sábados
PFB - VCP Azul 06:00:00 Campinas - SP todos os dias
PFB - VCP Azul 10:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos domingos
PFB - VCP Azul 19:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos sábados
FLN - PFB Azul 16:15:00 Passo Fundo Segundas, sextas e domingos
PFB - FLN Azul 18:20:00 Florianópolis Segundas, sextas e domingos

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027